Bolinha e Dinivaldo se reuniram com funcionários da Creche Isolina Barros

Na semana que se passou, o prefeito Humberto Bolinha juntamente com o seu líder na Câmara Municipal vereador Dinivaldo Lima, mantiveram reunião bastante produtiva, no auditório da Secretaria Municipal de Educação com  Servidores da Creche Municipal Isolina Barros Dourado.

Na pauta, ouviram atentamente, as reivindicações, pedidos de reconhecimento dos direitos da categoria, planejamentos e objetivos desenvolvidos pela Direção, coordenação  e funcionários daquele Educandário de Ensino Infantil.

“Esforços estão sendo evidenciados pelo poder Municipal, para atender toda a demanda existente na cidade assim como, continuar proporcionando ás crianças que por ali passam, uma Merenda de qualidade, sempre balanceada e baseada em rico teor nutricional.” explicou Dinivaldo Lima.

O atendimento em creches e pré-escolas como direito social das crianças se afirmou na Constituição de 1988, com reconhecimento da Educação Infantil como dever do Estado e do Município com a Educação.

O processo que resultou nessa conquista, teve ampla participação dos movimentos comunitários, movimentos de mulheres, movimentos de trabalhadores e movimentos de redemocratização do país, além, evidentemente, das lutas dos próprios profissionais da educação.

Desde então, o campo da Educação Infantil vive um intenso processo de revisão de concepções sobre educação de crianças em espaços coletivos, e de seleção e fortalecimento de práticas pedagógicas mediadoras de aprendizagens e do desenvolvimento das crianças. Em especial, têm se mostrado prioritárias as discussões sobre como orientar o trabalho junto às crianças de até três anos em creches e como assegurar práticas junto às crianças de quatro e cinco anos que prevejam formas de garantir a continuidade no processo de aprendizagem e desenvolvimento das crianças,

A Educação Infantil em Guiratinga, tem seguido a Lei nº 12.796, de 2013, cujo conteúdo  é o da   primeira etapa da educação básica e  tem como finalidade o desenvolvimento integral da criança de até 5 (cinco) anos, em seus aspectos físico, psicológico, intelectual e social,  complementando a ação da família e da comunidade.

“Cuidar dessas crianças e proporcionar á elas o melhor em formação didática e nutricional, é dever de um gestou que se preza pelo lado humano, e. eu farei o máximo possível para que isso  continue acontecendo na Creche Isolina Barros Dourado, pois ali tem um  quadro de servidores dedicados e competentes no que fazem” concluiu o prefeito Bolinha.