Em Guiratinga, a gestão municipal motiva atividades sociais

“Nosso povo precisa de atenção, estavam carentes de tudo. Acredito que o papel de um gestor municipal seja devolver a dignidade para a população”, disse o prefeito Barga Rosa.

A secretária Municipal de Assistência Social, Juliana Arruda e o prefeito Waldeci Barga Rosa (DEM).

A Secretaria Municipal de Ação Social de Guiratinga, com total apoio do prefeito Waldeci Barga Rosa (DEM), tem intensificado as ações durante a pandemia. De acordo com a secretária da pasta, Juliana Arruda, uma das preocupações é deixar a população que precisa da assistência social ciente de seus direitos.

“Quando me deram essa missão, eu só pedi duas coisas, autonomia e uma equipe que pudesse fazer a diferença. Nosso município é pequeno, conhecemos as pessoas, andamos por toda a cidade durante a campanha e sabemos as prioridades. Então, o nosso objetivo é levar a informação aos usuários dos serviços da Assistência Social, é direito da população e nosso dever enquanto servidor”, ratificou Juliana Arruda.

Para o prefeito que faz questão de acompanhar as atividades de cada Secretaria de perto, as atividades ligadas à ação social são importantes, precisa de gestão, ideias e responsabilidade.

“Acompanho o trabalho desenvolvido pela Secretaria, temos ali servidores experientes, e sabe o que melhor do que a experiência? São as pessoas que gostam de pessoas. Cada projeto será amplamente avaliado, e se for possível, vamos fazer sempre o melhor, com responsabilidade e gestão, tenho certeza que boas ideias sairão do papel”, avaliou Barga Rosa.

A secretária explica que algumas demandas encaminhadas há cerca de 3 meses, já estão sendo atendidas. “Nós acabamos de receber as cestas básicas, enviadas pela Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc), essas cestas serão distribuídas à famílias previamente cadastradas. Outras ações já protocolamos com o deputado Nininho, em breve vamos compartilhar o andamento de cada demanda”, explicou Juliana.

Segundo a secretária sua equipe está alinhada com as atividades e comprometida com as ações. Uma das ações que acontece no próximo fim de semana é a distribuição de ovos de páscoa para as crianças carentes do município. Ela destaca que os ovos estão sendo produzidos pelos servidores e conta com voluntários. A praça central do município foi decorada, para Juliana esta é uma maneira de trazer um pouco de alegria à população.

“Estamos vivendo um momento muito triste, uma pandemia que diariamente abala as famílias guiratinguenses, do Brasil e do Mundo, porém, precisamos dar um pouco de esperança para as pessoas. Estamos tomando todos os cuidados com relação à biossegurança, e acredito que vamos conseguir colocar sorrisos no rostinho de cada criança que receber essa simples lembrança”, pontuou.

“No Dia da Mulheres (08 de março), nós conseguimos entregar algumas lembranças no grupo de Idosos Conviver, as idosas representaram todas as mulheres guiratiguenses. Enfim, são pequenas ações, mas cada uma feita com dedicação, porque as pessoas precisam de atenção e carinho. Tudo o que temos feito está dentro das possibilidades financeiras da pasta, deixamos aqui o convite para as pessoas que quiserem ser voluntárias, afinal de contas, as parcerias fazem muita diferença”, ressaltou a secretária.

Confira os serviços da Secretaria Municipal de Assistência Social

– Cadastro e atualização dos Programas Bolsa Família, Cadastro Único, ID Jovem e Aposentadorias;
– Transporte e Acompanhamento nas perícias do INSS sem custo;
– Cuidadoras para idosos hospitalizados que não têm familiares;
– Serviços funerários para pessoas de baixa renda;
– Atendimento à domicílio para idosos em tratamento ou em observação;
– Recebimento de denúncias com encaminhamentos acompanhamentos de psicólogo e assistente social;
– Auxílio aluguel, cestas básicas e benefício eventual para pessoas em extrema vulnerabilidade;
– Reuniões com os Conselhos para debater e alinhar decisões dentro de cada interesse social;
– Recebimento de doação de roupas diariamente;
– Atendimento de casos no Conselho Tutelar;
– Cadastro para documento de identidade com horário agendado;
– Cuidado e atenção aos abrigados da Casa Lar, com acompanhamento para que sejam entregues aos familiares.

Além das ações acima, outros projetos estão em andamento na Secretaria.

Fonte: Primeira Hora